terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

RODA O FILME

O novo de ontem
Hoje é o velho também...
E o velho de hoje
Será o novo de amanhã?

O que importa é o amor
O amor no todo é rosa
Quem ama curte a sabedoria
Um amor rosa em prosa

Ausência é uma subtração
Presença é uma adição!
Dois é uma multiplicação
A paixão é uma divisão

Quem ama tem mais alegria
Sabe o que significa a boca
Por amor tudo cabe na folia...
Numa causa inebriante fica...

Agora como de costume
Um amor sublime
Que valoriza a vida
No querer que vem na ida...
Para rodar o filme!
---------//--------
(Sisino Pereira de Souza)
Abraços poéticos.Facebook

Um comentário:

  1. Boa noite.
    Lindo poema!!

    Estou lhe seguindo.
    Maria Auxiliadora (Amapola)

    ResponderExcluir